27 novembro 2013

.

Eu não corro,
soco a minha

Em ponta de faca, lança
arame farpado

Se tento correr
enfio-me no buraco
morro.



Nenhum comentário:

Postar um comentário