09 junho 2010

O que somos?

Sou o estranho, o desajeitado.

Sou o que ninguém vê,

o que ninguém quer ver.

Sou o erro e a dúvida.

O talvez e o não saber.




Nenhum comentário:

Postar um comentário